Refletindo sobre as nossas escolhas

pexels-photo-274736.jpeg

Jesus fala a seus discípulos:

"Não compreendes que tudo que entra pela boca, vai para o estômago e depois é expelido? O que sai da boca, ao contrário, vem do coração e torna o homem impuro. Pois é do coração que vêm os maus pensamentos, os homicídios, os furtos, os adultérios, as prostituições, os falsos testemunhos e as blasfêmias. Isto sim é o que torna o homem impuro, mas comer sem falar as mãos não torna impuro o homem (Mateus, 15:1 a 20)."

Na época de Jesus os homens compreendiam o termo impuro como aquilo que estava em contradição com a vontade de Deus. Atualmente este termo indica algo contaminado, em desequilíbrio. Compreendemos, então, que Jesus nos ensinou que o que sai de nós é o que realmente nos faz mal, nos desarmoniza. Dessa forma, o que pode nos tornar verdadeiramente infelizes não é o que os outros dizem sobre nós ou fazem conosco, mas o que nós dizemos sobre os outros, as opiniões que oferecemos, os nossos julgamentos, o que ensinamos e o que fazemos em nossas vidas.

É a Lei de Causa e Efeito em ação... Como, então, romper com o círculo vicioso de comportamentos equivocados que nos têm feito sofrer? Como estruturar uma nova forma de ser de acordo com os ensinamentos de Jesus? Inicialmente é importante reconhecer que o dizemos ou fazemos no mundo exterior é o produto do nosso íntimo, de nossas emoções e pensamentos. Eles direcionam as nossas escolhas, pelas quais somos responsáveis. Ensina-nos o grande pensador oriental Swami Sivananda: "O homem semeia um pensamento e colhe uma ação. Semeia um ato e colhe um hábito. Semeia um hábito e colhe um caráter. Semeia um caráter e colhe um destino".

Emoções e pensamentos surgem em nós, mas temos a escolha de deixá-los passar ou acolhê-los no nosso coração, assim como os conselhos que as pessoas nos ofereceram: podemos segui-los ou não. Nós temos a escolha do que falar e do que fazer. Essas nossas escolhas vão criando em uma estrutura psíquica que vai se consolidando com o tempo e se transforma em uma perfeita programação mental que nos condiciona a agir e reagir às situações da vida sempre de maneira idêntica, em um automatismo sutil, hipnótico, sem nos apercebermos. Essa programação mental é chamada ego.

É fundamental fazermos uma pausa avaliativa e observarmos se essa programação está nos conduzindo à uma vida plena, de realizações no bem, à harmonia do corpo, da mente e das relações. Os ensinamentos de Jesus são nossa bússola no caminho da felicidade e devem ser utilizados como parâmetros que nos auxiliem em nossa análise. Temperamento não é destino e temos o poder de mudar em nós tudo o que nos impede de viver em harmonia e paz.

Vamos à prática:

Lembre-se de você vivenciando um hábito prejudicial que deseja superar. Perceba a cena como se a estivesse vendo em um filme. Reflita sobre o sofrimento que esse comportamento traz a você e àqueles que lhe cercam. Deseje superar esse início com todas as forças de seu ser. Perceba que você não precisa desse mau hábito para se proteger ou ser feliz. Pense em como a sua vida mudará para melhor com a superação. Jesus adentra iluminado e abraça você com infinito carinho. A presença e o poder do Cristo e o seu desejo de mudança fazem a cena ruim se diluir, dissolver, perder a cor, desaparecer. Jesus lhe abraça e desfaz todas as ligações magnéticas que uniam você a mentes perturbadoras e eventos negativos do passado. Você está livre. Agora vai surgindo ao seu redor, em cores vivas, luminosas, alegres, em cena nova, na qual você está saudável, alegre, sentindo-se bem, realizando algo muito bom para você e para todos. Perceba a energia do lugar... sinta o aroma... observe em seu íntimo a segurança e a harmonia do ambiente. O seu inconsciente estrutura agora formas criativas e saudáveis de interagir com os desafios do dia a dia... Abrace Jesus, agradecido... faça uma prece...

Repita essa visão nova de você mesmo sempre que puder, alma querida. Para cada comportamento prejudicial crie uma imagem contrária que vai se tornando mais viva e colorida, enquanto a imagem negativa vai sumindo e perdendo a cor.mFaça isso também ao deitar-se e levantar-se. Visualize sua imagem bela, sadia, realizando o bem. Sinta a paz e a alegria que essa imagem traz a você. A realizade externa surge no seu interior!

Cuide-se bem e seja feliz!

Por Yasmin Madeira

Assuntos relacionados