O divino despertar

Nascer do sol.jpg

“Vós sois deuses.” (João 10:34)... “tudo o que eu faço vós podereis fazer e muito mais.” (João 14:12) Jesus.

Jesus desvelou diante dos apóstolos a nossa realidade existencial: somos herdeiros de Deus. Nossos limites e potenciais são desconhecidos e ilimitados. Nossa estrutura física e mental nos impõem restrições que dão foco à presente encarnação e direcionam a nossa existência para a meta específica planejada para este momento de nossa trajetória evolutiva. Essas circunstâncias favorecem a utilização mais adequada desses potenciais desconhecidos por nós, mas de pleno conhecimento dos espíritos tutelares de nossa encarnação. O reconhecimento dessa condição divina traz a sensação de que estamos inseridos na Sinfonia do Universo. Mas precisamos descobrir que instrumentos a providência divina nos colocou nas mãos para dinamizarmos nossas potencialidades infinitas e nos integrarmos, enfim, ao Divino Concerto.

Quem somos nós? O que já realizamos nos liberta ou nos aprisiona ao físico? Que regiões do nosso mundo íntimo estamos ativando com nossos pensamentos, vontades e escolhas?

Todos nós desejamos viver com alegria, bom ânimo, vigor físico e espiritual, harmonia, serenidade, paz... Mas, o que muitas vezes ocorre, sem que nos apercebamos, é que aspiramos a que esses estados de ser venham a nós, conduzidos por situações exteriores ou concedidos pelas pessoas que nos cercam. O Evangelho do Cristo, no entanto, nos
convida a um caminho diferente que aponta para dentro de nós, em um trabalho íntimo de desvelamento independente de tudo o que nos circunda. Algumas de Suas falas são verdadeiras induções magnéticas para que nos apropriemos de nosso ser, de nossas possibilidades divinas, como essa resgatada por Mateus: “Assim resplandeça a vossa luz diante dos homens(...)” Mateus (5:16).

Somos seres espirituais de passagem pela Terra, abençoada escola, em tarefa de ativação de nossas potencialidades divinas, em um cenário próprio, com relações pessoais e desafios necessários ao nosso desenvolvimento. Certamente a definição de uma metodologia diária de autoconhecimento, renovação interior e expansão da consciência, para retirarmos o melhor proveito de nossa romagem terrena, poderá levar em consideração alguns itens a seguir, sugeridos certa feita por Maria Clara, a amorosa e dedicada orientadora espiritual:

  • Conheça os ensinamentos de Jesus e a obra de Allan Kardec: quem não possui pelo menos dez minutos por dia para uma leitura edificante? O conteúdo vibratório das palavras do Cristo e a lógica do Codificador abrem luzes novas em nossa mente, desfazendo pouco a pouco crenças limitantes que nem notamos que possuímos;
  • Nas orações diárias, rogue auxílio do orientador espiritual para que auxilie na identificação de hábitos, pensamentos e emoções que afetam seu equilíbrio físico e emocional, assim como a inspiração dos meios para superação dos mesmos. Esse desejo abre em nosso psiquismo caminhos de acesso à Espiritualidade Superior;
  • Escolha uma palavra-semente inspiradora e acolha-a em sua mente e coração, vibrando com ela, repetindo-a, assimilando-lhe a energia espiritual por todo o dia: paz, serenidade, amor...
  • Integre-se a um serviço desinteressado ao próximo, sem expectativa de nenhum tipo, sem desejar nenhum sorriso ou reconhecimento...

Pelo caminho das ativações das divinas sementes surgem tentações e obstáculos que, em nos pondo à prova, geram energias novas, e nos põem em contato com as sagradas potências da prudência, do silêncio e da perseverança. Jesus nos recomenda a oração e a vigilância como antídotos para os momentos tormentosos, que passam, sempre passam. Por isso, ser sincero consigo mesmo é fundamental. Toda a irritação, toda a raiva, todo o ciúme e inveja têm origem provável nos únicos inimigos perigosos que teimam em caminhar ao nosso lado: o orgulho e o egoísmo.

Nas palavras textuais da mentora: “...utilizemos os instrumentos que o Divino Amor nos concedeu em nosso dia a dia... a caridade constante no falar, no agir... busquemos a palestra edificante, a música espiritualizada, o bom livro... as sementes divinas em nós anseiam por despertar... não havendo possibilidade de leitura de um capítulo inteiro, leia-se, pelo menos, uma página, um parágrafo ou uma frase espiritualizada... alimente a mente, enfim, com os pensamentos do bem que você deseja em sua vida. Não espere que o bem venha até você, permita que ele brote de você. Esse é o caminho...”

Cuide-se bem e seja feliz!

Texto retirado do livro "Vivências com Jesus", de Yasmin Madeira
http://www.clubedearte.org/livros/livro-vivencias-com-jesus