HOMENAGEM ÀS MÃES

Recado às mães


Se todas as mães soubessem que do seu ventre nascerá a forma mais perfeita do amor...
Seja onde for, mãe será sempre luz
benção a transpor
Horizontes radiosos de luz e cor!

Deixe, não interrompa uma vida que nem acabou de nascer!
Deixe manifestar a pureza desse amor que te quer conquistar
Não interrompa uma reencarnação
Há quanto tempo ele só pede tua atenção!

Deixe eclodir em seu coração o desvelo maternal
Um filho em seu colo há de querer estar!

Há quanto tempo ele está ao seu lado
Seu carinho é sentido, a rejeição machuca e deprime
Quem gosta de ser rejeitado e sofre calado?
Menos um aborto, mais um ser que vive!

Não se deixem levar por pensamentos materialistas que não conhecem a vida da forma justa e correta
Deus colocou às mães na Terra para ajudarem seus filhos a serem honestos, a serem homens de bem

Deixe partilhar a vida contigo
que alegrias há de suportar tormentos
A reencarnação nesse momento é o remédio que cura inúmeras feridas

O coração tão rejeitado, implora por ser amado
Por um pouco de afeição
Não negue seu sentimento
Sei que aí dentro
Bate um coração que também ama sem julgamento

Não cometam esse ato tão permitido pelos homens
Mas um erro às leis de Deus
Deixem as crianças serem crianças
Na vida há também esperança

Espalhem na Terra que o futuro pertence à elas
Deixe nascer a criança que quer crescer e aprender
Você verá que nada mais justo e certo
Que a felicidade sem mescla te espera!

Nina Lisboa - RJ


Maternidade 

Maternidade é trazer á vida
Mas não é só através do  ventre ,  hora sofrida... 
Maternidade também  é trazer a vida através do coração
Por outro meio impossibilitado ou por simples opção. 

O filho reconhece a mãe pelo cuidar e pelo amar
Por isso nem todas que dão a luz podemos de MÃE chamar... 
Maternidade é luta e devoção
Um laço inexplicável  mas sentido fortemente no coração. 

Maternidade é força inesgotável
Um bem querer  inafiançável
Fazer pelo filho o que melhor for
Mesmo que para isso, talvez lhe cause dor. 

Maternidade é sabedoria divina
Que mulheres treinam desde meninas. 
Um  balançar ,acalentando a boneca
Nos  faz  acreditar que ,apesar de tudo, a vida sempre será bela 

Só por causa da MATERNIDADE  que faz a vida eterna!!!!! 

Valéria Moura - RJ


Às Mães

Maio chegou, e com ele lembramos de uma data bendita.
Acreditamos que não é preciso uma data em especial, pois todo dia é o seu dia, mas, vamos aproveitar e comemorar. 

Um feliz dia das mães,  para você que tem muitos filhos, ou você que tem apenas um, para quem está distante, para aquela que seu filho desencarnou.

Avó que é mãe,  que a vida encaminhou! Mãe que está em algum presídio, ou aquela encarcerada em seu próprio ser, mães ainda adormecidas, que educa e faz o filho crescer! 

Mãe que tem profissão de destaque, política,  engenheira ou atriz, modelo, bailarina, ou que se comporta feito aprendiz. Professora, advogada, ou cantora, que leva sua música para emocionar tantos corações,  aquela mãe que está na rua, que você perde de vista em meio a multidão.

Um poeta me disse uma vez, que ser mãe é padecer no paraíso, é muito mais que isso..é educar para ver. 

Deus na sua imensa Bondade, 
Diz que todas as crianças são responsabilidade da sociedade, por isso todas somos um pouco "mães"

Ela espera por 9 meses, 
Fica imaginando como será o rostinho do se bebê,
Pensando em como vai ser
A vida quando ele crescer!

Quantas noites sem dormir? 
Quantos risos soltos pelo ar? 
E a alegria constante
Por poder  amar.

Tão natural, um amor que brota assim, 
Tantas alegrias, realizações
Vidas envolvidas
Num laço sem fim

Marta Hollanda - RJ


Querida Mãe

Mãe, Hoje é o teu aniversário.
Faz-me falta a tua companhia,
Mas como quem da noite cria o dia,
Desenho-te o Sol neste diário.

Partiste num voo planetário
De quem atingiu a sabedoria,
Alcançaste o céu em novo cenário,
Nos cantos pássaros da alegria.

Minha mãe eterna que já não vejo
Nem na varanda e nem na rua,
Mas quando olho ainda desejo
O teu sorriso na solitária lua.


Minha doce música de realejo
Nas estrelas da noite se perpetua
E o amanhecer do teu terno beijo,
Na minha alma ainda figura.

Querida mamãe que me acompanha
Neste dia augusto de felicidade,
Se na Terra a minha dor é tamanha,
E maior no Céu a tua saudade.

Em memória da querida mamãe Belmira,

Mauro Augusto de Amorim - SP


Carta para uma mãe

O que  falar de um coração de mãe que espera há tempos pela chegada daquela a quem tanto amou...

Quanta saudade
Não consigo decifrar
Tem horas em que eu só queria
Você em meu colo estar

Quanto carinho em mim
Quantas alegrias há de esperar
O momento em que estaremos juntas
Conto o dia para que isso aconteça!

Esse amor que nos une
nem o tempo, nem nada há de apagar
Pois o laço entre mãe e filho é Divino
Cresce a6o passar dos dias
Intensifica-se a cada momento
Qual segredo desse amor que não se perde com o tempo?

Se antes a saudade se tornava insuportável
Hoje vejo que ela se transforma em flor suave
Compreendo que meu coração está ligado a você
Deus concede mais uma vez a reencarnação como benção de evolução

Rogo a Deus que aplaque a dor e a saudade de todas as mães que aqui na Terra ficaram
Lembrem-se que seus filhos não as esqueceram
Eles estão presentes, perto ou longe

Mesmo que o tempo passe
Que não haja infinito
Que os dias ecoem
Que a solidão se insinue
O amor sairá triunfante
Não é tocante imaginar que Deus sempre nos estende as mãos?

Peço que a doce luz de Maria, mãe de Jesus
Console o coração de todas as mães
Que Deus ofereça carinho, amparo, paz e abrigo
O amor cobre todas as feridas
Benditas sejam às mães que amam seus filhos!

Nina Lisboa - RJ
 


Abençoada Mãe

É por ti que minh'alma saudosa canta
na solidão dos espaços entre as palavras;
vejo outros mundos, vejo outras casas
e a esperança que edifica este verso.

Numa distância incoerente dos inversos,
perfumo a vida com a flor e a poesia,
num doce tom melancólico de alegria
rabisco da rosa a última parte,
do meu coração, a vida de saudade,
entre os caminhos e a eternidade,
na contramão do dia e os espinhos.

Amanhecerá o cantar dos passarinhos
abandonados dos ninhos da ternura;
com brandas asas caídas da Altura,
sorrirão a Deus, os novos filhos!

Feito artista que terminou sua pintura
escrever-te-ei enfim esse capítulo,
dir-te-ei da minha trajetória,
renascendo da vida outro grito
num poema que marcou minha história,
do ventre da Terra à sua glória
no seu berço de mamãe do infinito!

Em memória da querida mamãe Belmira.

Mauro Augusto de Amorim - SP
 


Maternidade

Tanta beleza encerra
Num corpo de mulher
Que há nove meses espera...

O ser gerado no ventre
É um presente
Para a vida desse ente
E para a gestante reluzente

As mães de todo mundo
Com esse amor tão profundo
Querem dar ao mundo e aos filhos
Toda abnegação e todo carinho

Uma missão que Deus concede
A todas as mães que recebem
Aqui na terra ou no além...

Mãe pobrezinha
Mãe solteira
Mãe calminha

Mãe sofredora
Mãe lutadora
Mãe, missão redentora!

Mãe vó
Mãe só
Mãe de todos nós

Mãe que liberta
Mãe que carece
De um carinho, de um sorriso...

Mãe que madruga
Mãe que ajuda
Mãe que enxuga
As lágrimas dos filhos
E de todos os amigos
Mãe que quer um ombro amigo...

Mãe trabalhadora
Mãe, uma pessoa
Que ama
Que sente
Que perdoa

Mãe tia
Mãe sobrinha
Mãe prima
Mãe amiga
De todas as horas
Mãe que chora
Pelas dores do mundo

Mãe feliz
Mãe sem diretriz
Mãe, amor que nunca terá fim!


E se tiver fim
Eu vou pedir a Deus
Com toda calma
Num arroubo d’alma
Que ela nunca se afaste de mim...


Nina Lisboa - RJ