CARIDADE

Caridade

A verdadeira caridade é humilde, benevolente, ampara aos mais carentes

Das suas mãos espalha suaves perfumes de amor
Não condena quem for!
Apóia incondicionalmente, traz paz e zelo

Caridade! Elo profundo de almas que se ajudam, e assim se ligam espiritualmente, pois quem ajuda aprimora, e quem recebe, colabora no aprendizado

Podemos ajudar de tantas formas!
Quantas palavras podemos olvidar!
Caridade não é só esmola, não é só oferecer bens materiais

A caridade envolve outros aspectos, tão sutis e complexos, pois resulta de um desprendimento, de uma entrega se si mesmo

Quando a caridade te chamar, escute-a, dê ouvidos, não postergue sua ação
Caridade é anelo ao coração!

O bem feito hoje, volta com toda certeza, trazendo o bem em dobro, daquele a quem a caridade praticou

Siga o exemplo de Jesus, que nos mínimos atos, fazia da caridade o seu mandato

Nina Lisboa - RJ


Soneto da Caridade

Se você parar e se perguntar
Qual meu objetivo nesta vida?
Comer, trabalhar, estudar, casar?
Crescer, envelhecer, morrer e se ausentar?

Não, não é só isso, há algo mais para parar e pensar
O objetivo é bem maior e exige de nosso coração um abrasar
Não vivemos sós, há uma multidão que solicita piedade
E de nós a maior contribuição que podemos dar é a caridade

Caridade perante nós mesmos, perante o irmão
Estender a mão em um gesto de compaixão
Fazer sem olhar a quem, seja a quem for

Material e moral aliviando assim a dor
Caridade: benevolência, indulgência e perdão
Eis o objetivo da encarnação, neste mundo de provas e expiação

Claiton Freitas - DF


A Brisa Renovadora

Flor dadivosa que em nosso ser se abre, 
delicado e revigorante perfume tua presença pelo ar esparge!

Ah, virtude bendita!
Quem dera se antes de tanta desdita
a ti tivesse conhecido a humanidade!

O mundo empobrecido, repleto de doenças, guerras, fome, violência e desonestidade...
Ao ter contato com tuas apaziguadoras nuances teria se aberto à prosperidade.

Oh, enceguecidos governantes!
Esqueçam a sede de poder
que coloca o povo a sofrer, 
mergulhado em situação humilhante!

Conduzam-se com honestidade!

Pois mesmo em meio à turbulência agonizante, 
é possível entrever flashes da verdade!
Abram os braços para a virtude bendita:
para a renovadora Caridade!

Nijinska Nelly - RN


Caridade

Caridade é doar com o coração
Sem cobrar recordação
Nem reconhecimento
Grande ensinamento!
Ainda mais quando a doação não é material
O bem não pode se transformar em mal


Eu acho que já doei
Não me lembro bem, nem sei
Aprendi que o que uma mão faz a outra deve esquecer
Ensinamento de minha vó que guia o meu viver

Valéria Moura - RJ


O Manancial

Esta fonte fecunda que jorra do nosso ser e nos impulsiona a verdade...
Claridade!

Pedra preciosa que no lodo reluz, indicando caminhos e dissipando a maldade...
Liberdade!

Iremos encontrar-te quando em cárceres sombrios em nós despertar a piedade...

Quando entre os abrolhos das jornadas dos irmãos em desalinho, 
silenciarmos julgamentos e deixarmos fluir nossa adormecida humanidade.

Veremos também a tua face radiosa quando, com um pouco de comida, saciarmos a fome daqueles que choram, escondidos pelos becos das cidades!

Estás pulsando intensamente
onde poucos arriscam olhar.
Gostas de lançar valorosas sementes
no solo onde alguns acreditam nada brotar.

Se no nosso peito novos impulsos parecem esclarecer o que um dia foi ansiedade...
Se no torvelinho das lutas humanas já vislumbramos algo da eternidade...
És tu, doce musa companheira,
que estás a nos acompanhar sorrateira!
Bendita sejas, dadivosa Caridade!

Nijinska Nelly - RN