TRANSFORMAÇÃO

Transformar

Às vezes exigência
Outras  , necessidade , urgência...
Transformar é movimentar , desestagnar
Sair da mesmice e melhorar

Mas nem sempre o movimento é construtivo
Muitas vezes faz o ser perdido
Pois  transforma- se para ferir
E seu orgulho nutrir...

Bom mesmo é quando criamos asas multicoloridas
Saindo do casulo, feito lagarta , ganhando nova vida
E  há quem ache impossível tal transformação
Mas sempre tem força quem segue o ensinamento cristão

Transformar deve ser atitude
De fé e esperança , rumo á plenitude
Transformar também é acreditar
Que  o melhor caminho é não  eliminar

Transformação  também é ato solidário
Mas é necessário que o outro esteja preparado
Já que não podemos modificar alguém
Se este não está disposto a receber o bem

Que Deus seja sempre o nosso guia
Para que sempre alcancemos belas transformações em nossas vidas!

Valéria Moura - RJ


Pergaminho 

Era-se bruto, rocha de sal, 
Era-se o joio na era de dó, 
Da árvore; o enroscar do cipó, 
Era da terra, mais um mineral, 

Foi-se das asas, uma andorinha, 
Arrastou-se no chão com destreza, 
Dos peixes do rio, foi a correnteza
E no vazio, fez o céu que se abria. 

Rodando se ia o prato de louça, 
Da nuvem, a claridade caia, 
Na antiga medieval que crescia, 
A visita do "homem que pousa"! 

Mortal tribo, imortal crença; 
Rabiscada parede ao pé do dia, 
Sumério fogo fixado na ciência; 
Fez-se Luz na Presença de Maria! 

No tempo que se vê a atmosfera, 
Vê-se o fruto do mundo que foi velho, 
O rabisco que marcou a nossa Terra, 
Renascido nas folhas do evangelho! 

Mauro Augusto de Amorim - SP


Borboleta

O casulo é a ponte da transformação
Da linda borboleta em doce amplidão

Voe, borboleta
Abra suas asas para a natureza
Se da crisálida nasce ainda mais esplendorosa
É porque pode alçar voos mais longos
Essa é sua meta

Que seu colorido e sua desenvoltura reinem do inverno à primavera
Voe, pois a felicidade te espera!

Nina Lisboa - RJ
 


Metamorfose 

Inclemência
Indolência
Insolência
Demência 

Clemência
Paciência
Consciência
Indulgência 

Infância
Adolescência
Obsolescência 

Essência
Vida!

Elciomar Rocha - PR


Transforma- ação

"Poesia da vida" 
que transforma a criatura em "criador"!..
Superando toda dor e insanidade,
na beleza e sutileza
de sua transcendência!
Faz-se a bela flor, 
a verdadeira essência em metamorfose!
A crisalida do "ser" se desfaz!
E a borboleta alça voo/livre e leve rumo ao infinito!...
Pousando nos jardins
da "terra azul anil",
salpicada de flores em "tonalidades mil"!...
A vida se refaz a todo instante/ e a "transforma- ação" reforma íntima e  externamente
Somos uma constante "metamorfose ambulante"
Somos ser humano ímpar e mutante!....

Luciana Barreto - SP


Caiu no poço do medo. Dormiu.

Cego acordou pensando que era cedo. Mentiu.

Vagou desnorteado e insano. Esbravejou contra o tempo. Feriu.

Quedou-se à margem de um lago transparente. Encarou-se de frente. Floriu!

Nijinska Nelly - RN


Transformação 

Quão difícil, Senhor
Mudar a opinião
O nosso ponto de vista!...

Quão onerada é a posição
Se a humildade não se conquista...

Quão difícil mudar
O pensamento, a conduta, a atitude, a ação. ..

Quão  difícil, Senhor,
Galgarmos -transformação -

Transforma em Tua vontade
A nossa vontade ínfima. ..
Ajuda-nos alcansar
Um dia, a Reforma Íntima!...

Gérson Praça - RJ


Eu sou 

Sou a planta que quer crescer em meio à terra semi árida
Que espera a água da chuva, e nela só fique o que for mais precioso e fecundo 

Sou a fonte que nasce em meio ao deserto
Que aguarda com paciência que essa água não seque 

Sou a semente que caiu do bico de um pássaro
Que em meio a tantas adversidades, resiste à mil encontros e dificuldades 

Sou o alimento que insiste em sobreviver no meio de um despenhadeiro
Que lá  se esconde para que nenhum animal o coma 

Sou o mineral que sobrevive desde às épocas imemoriais
Que estagia ainda adormecido, esperando que um dia a vida o anime 

Sou espírito, sou homem,  posso ser mulher ou criança
Sou humano a galgar inteligência
Sou sopro de vida, sou natureza divina 

Sou tudo o que puder ser, sou amor
Estou em você 
Sou filho de Deus 

Tenho todas as virtudes em mim, mas posso ter defeitos
Eu os aceito e espero um novo caminho, esforçando- me por melhorar 

Eu sou alma livida a espraiar meu voo pelo universo infinito 

Nina Lisboa - RJ
 


Universo


Une-se o todo ao nosso verso,

Vem do Alto a cruz brilhante,

Tal como diamante,

O que era côncavo é convexo.

 

O que era oculto é descoberto

Sobre o céu da nossa aurora,

Já é chegada a hora

De florescer nosso deserto.

 

Se existe uma estrela,

Mais além há outra vida,

Outra pátria tão querida

Que precisamos conhecê-la.

 

Mas na caneta do poeta

Vemos o espaço sideral,

Enfeitar nosso quintal

Em suas naves de cometa.

 

Sob o sol de outra esfera

Castro Alves havia dito

Que nossos irmãos do infinito

Visitarão a Terra.

 

O despertar se anuncia

Entre as folhas do Evangelho,

Já é novo o que era velho,

A nova era, um novo dia.

 

Num trovão que abre o abismo,

Descerá sobre a humanidade

A embarcação da Caridade

Sob a Luz do Espiritismo.

Mauro Augusto de Amorim - SP